Saúde 564371-cat-scratching

Publicado em janeiro 13th, 2016 | pela Tia Luí

2

como saber se meu gato tem pulgas?

só de ouvir esta palavra eu já começo a me coçar. eu tenho verdadeiro pânico de pulgas. pode parecer óbvio para alguns de nós o mal que estes bichinhos nojentos podem fazer, mas acreditem, muita gente convive com pulgas de boa e acha ok.

Woman having a bad hair day

se vc é do meu time toc (tudo organizado carinhosamente) este post é para vc! conversei com a tatiana sales, amiga querida, fundadora da confraria dos miados e latidos e especialista em toc hehehehe e ela deu algumas dicas de como evitar e eliminar este mal da vida dos nossos gatinhos.

a tati explica que a prevenção é sempre o melhor remédio. “por isso é tão importante um contato próximo com nossos gatos (especialmente porque eles “escondem” seus problemas até que não aguentem mais): passar a mão na pelagem (especialmente nos que tem subpelo) em busca não de pulgas, mas, dos dejetos delas. são pequenas casquinhas pretas que ficam espalhadas na pele do gato”, diz.

coceira excessiva pode ser um sinal tb. mas calma! nem toda coceira é obra de pulgas, mas, onde há pulgas há coceira. então este é um bom indício! se a coceirinha for sinal de pulgas mesmo a tati sugere agir em três frentes:

1. dar uma medicação que faça as pulgas que estão no gato morrerem. ela é em comprimido e vc pode se informar melhor em petshops.

2. dar uma medicação que evita que voltem (geralmente pipetas aplicadas entre as escápulas) tem várias no mercado e vc pode escolher a da sua preferência.

3. o tratamento do ambiente propriamente dito. a regra é se há uma pulga no gato, certamente há no mínimo dez vezes mais no ambiente.

ai… mas meus gatos vivem confinados, como eles podem ter pego pulgas? infelizmente, quem mora em apartamento (a maioria de nós) fica mais sujeito a isso, uma vez que a área compartilhada com outros moradores e seus animais (hall de elevador por exemplo) pode servir de vetor para pulgas. cães, por sair de casa, estão mais sujeitos e podem acabar trazendo. se uma pulga cai do cãozinho do vizinho e se aloja num capacho do lado de fora, está aí o risco. é comum, infelizmente.

embora elas pareçam para algumas pessoas inofensivas, as malditas pulgas podem causar além de um verme chamado dipilidium (os gatos os adquirem ao “comer” a pulga infectada), uma espécie de anemia infecciosa chamada micoplasmose que se não identificada e tratada corretamente, pode levar o gato a óbito.

474165-14801-1280

a tati alerta que é fundamental que gatos recebam medicamentos específicos para felino. “a dosagem e concentração para eles é diferente dos medicamento para cães. por experiência pessoal indico (e uso nos meus) a pipeta revolution na prevenção e, quando há infestação, um comprimido de capstar para eliminar as pulgas que já estão neles”.

cuidado com excesso de medicação é essencial. algumas pipetas tem duração de 3 meses. porém, vale lembrar que medicação para matar vermes e parasitas também é veneno (só que numa dose tolerável ao gato), então não é bom ficar usando sem indícios de pulgas nos seus gatinhos.

gatoPipeta

para o ambiente ( sim, como falamos, se há pulga no gato, há no ambiente) existem no mercado desde produtos para lavar o chão (já que ovos de pulgas são alojados em pequenas frestas), sprays para móveis passando por produtos naturais – como o óleo de neem – até dedetização profissional, em casos de infestação muito grande. “no tratamento de ambientes é imprescindível que os animais sejam retirados do ambiente durante a aplicação e por tempo variável após a mesma”, acrescenta tati. “o ideal, entretanto é que o ambiente seja cuidado preventivamente. se você mora em apartamento e compartilha o hall do elevador com mais vizinhos, vale a pena o uso regular de repelente no capacho e base da porta (desde spray do tipo pulgoff até o natural óleo de neem”.

a escovação ajuda muito também. “ela é fundamental para descobrir pulgas. se esperarmos que o gato dê sinal de pulgas, só saberemos dela quando a infestação nos atingir também”.

Tags: , , , , , ,


Sobre a Autora

Tia Luí

é a louca dos gatos. Mãe de quatro peludos: Senhor Nicolau, Miguel Cara Preta, Lorena e Rita (Preta). Também tem um sobrinho cachorro e maluco, o Bubu. Luí é catsitter há mais de cinco anos e ama cuidar dos gatinhos das pessoas como se fossem dela <3



2 Responses to como saber se meu gato tem pulgas?

  1. Marianne says:

    Olá, você teria alguma dica de remédios caseiros para as pulgas, ou de outros farmaceuticos mesmo para acabar com as que já estão alojadas? Porque não encontrei o Revolution na minha cidade.
    Grata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • Instagram

  • Apoio e Parceria

    Bigodinhos

    Miados e Latidos

    Catloversday

  • No Facebook